7 estilos para inspirar seu projeto de interiores

Na hora de reformar ou mobiliar, surgem as dúvidas sobre qual estilo escolher para seu projeto de decoração. Neste artigo nós vai ajudá-lo a conhecer um pouco mais sobre os conceitos e estética de alguns deles, assim você se identifica e entender quais estão próximos do que você deseja para sua casa.

 

Aproveite para buscar inspiração na rede social Pinterest, que traz muitas ideias de decoração para qualquer estilo que você quiser conhecer.

 

Estilo Mid-Century Modern (Modernismo da metade do século)

 

O movimento modernista aconteceu em meados do séc XIX e final do séc XX. Marcou o início de um novo olhar e pode ser constatado em todas as formas de arte, no desenho e arquitetura.

O movimento aconteceu em plena época do desenvolvimento industrial e abria a proposta para criações mais inovadoras, que se diferenciavam nas formas. Os modernistas diziam que o movimento era mais uma maneira de pensar do que um estilo de época, propriamente dito.

No design as formas tinham que acompanhar sua função e, por isso, retirava-se tudo que não tinha um propósito em si. Nada de formas muito rebuscadas ou repletas de ornamentos, por exemplo. Trazer funcionalidade, praticidade e ergonomia, sem perder a elegância dos elementos. Traçar novas linhas.

E o modernismo influencia muito nossas vidas, até hoje. Materiais como vidro, ferro forjado, metal  e diferentes tipos de madeira entram para revolucionar as estruturas. Este estilo modificou as formas na década de 50 e consagrou peças clássicas como as cadeiras Egg e Charles Eames, tão vigentes atualmente.  

 

Características do estilo Mid-Century Modern

 

  • Design minimalista
  • Mobiliários com forma geométrica, curvas suaves, linhas retas
  • Peças práticas, funcionais e ergonômicas
  • Fluidez e horizontalidade nos diferentes espaços da casa
  • Uso de elementos naturais como a madeira
  • Cores sóbrias (cinzas, beges e nudes)

 

Estilo Industrial

 

Também marca sua presença na década de 50 e surge  em Nova York, em uma época onde jovens artistas escolheram viver em fábricas abandonadas e galpões antigos para sair dos aluguéis caros.

 

Os espaços eram bem amplos com janelas enormes, sem divisórias e com o pé direito altíssimo.

 

As paredes de tijolos já desgastados, as tubulações aparentes e  a presença do ferro em portas, janelas e objetos é muito característica deste tipo de construção. A nova forma de viver imprime (também) um estilo de vida mais minimalista e funcional.  

 

E é assim até hoje. O estilo industrial aparece como tendência dos Lofts, que se aproximam da ideia inicial de espaços abertos. O estilo ganha também versões adaptadas para as casas padrão, que não possuem todas essas características dos galpões Nova Iorquinos, mas tem potencial e para criar ambientes que remetem ao conceito industrial, seja na escolha de peças decorativas e ou materiais de revestimento nas paredes, pisos, portas e janelas.

 

Nos objetos decorativos e no mobiliários, são bem-vindas as peças vintage, com aspecto rústico e desgastado, em ferro ou madeira.

 

Características do estilo Industrial

 

  • Ladrilhos
  • Cimento queimado
  • Tijolos aparentes com aspecto de desgastados
  • Grandes janelas
  • Ferro
  • Vigas de madeira aparente
  • Mobiliário prático e funcional
  • Paleta de cores (branco, preto, marrom, azul e bege)

 

Escandinavo

 

Típico dos países nórdicos, esse estilo também traz a característica de um ambiente sem muitos elementos e, principalmente, a luz como protagonista dos ambientes de muito conforto.

 

E não é para menos, como este estilo nasceu em um clima muito frio, o tempo estava quase sempre trazendo aquele aspecto cinzento e escuro dos dias nublados. Então as cores claras, uma paleta pastel, tons mais nudes e o branco reforçam a luminosidade.

 

A decoração é aconchegante: com poucos e bons móveis, predominantemente em madeira. A tapeçaria também é destaque, e estão muito presentes as texturas nas almofadas, assento do sofá, cortinas e mantas. Aliás, o amadeirado entra como elemento de equilíbrio do excesso de ‘brancos’.

 

Mas não pode faltar cor no estilo escandinavo: elas estão livres nos elementos decorativos, nos quadros, luminárias, louças, etc e não fogem ao  conceito de suavidade e delicadeza. O preto também pode aparecer e ocupa detalhes cheios de personalidade como molduras de gravuras ou luminárias, por exemplo.

 

O estilo escandinavo é um convite para o conforto e preza também pelo uso de materiais naturais e plantas, não só em vasos de chão, mas penduradas como móbiles e em jardins verticais. O contraste do verde das plantas faz a decoração ficar muito mais elegante e cria  uma aura de frescor, como o estilo propõe.

 

Características do estilo Escandinavo

 

  • Mobiliário de linhas retas e funcional feitos  de madeira com tonalidades escuras e claras.
  • Minimalista e aconchegante
  • Privilegia a luz natural e usa a paleta de cores para isso: brancos, cinzas e nudes, tons pastéis e candy colors.
  • Muita textura em edredons, colchas e mantas volumosas.
  • Formas geométricas que se reproduzem no design dos móveis e objetos
  • Sofás poltronas ou cadeiras muito confortáveis

 

Clássico moderno

 

O estilo que é marcado por sua opulência ganhou uma versão mais contemporânea e tem deixado pra trás o aspecto sobrecarregado das telas e artigos de decoração muito pesados. Outra atualização vem do uso de madeiras ecológicas integradas à madeira nobre do mobiliário, que era tão abundante. No lugar, a textura, cor, veios e aconchego da madeira em linhas e peças mais suaves.

 

Características do estilo Moderno clássico

 

  • Mobiliários com madeira escura para contrastar  com as parede brancas
  • Linhas mais delicadas sem perder sua essência conservadora  
  • Espaços com maior claridade
  • Molduras de paredes e os elementos do teto valorizados
  • Portas trabalhadas e rodapés altos
  • Uso do metal dourado ou prateado em vasos e objetos decorativos
  • Lustres com brilho do cristal ou do metal .  
  • Sofás ou poltronas em capitonê

 

Estilo Boho chic

 

Também conhecido como hippie chic, este estilo foi criado em cima da proposta de uma vida livre, o que traz uma construção vanguardista em suas diversas expressões.

 

A decoração viva, alegre e descontraída se faz traduzida em móveis de madeira, e peças com aspecto vintage e rústico. Há também a presença de muito artesanato e cores vibrantes como o laranja, rosa e púrpura, por exemplo, que pode estar nas paredes, mantas ou almofadas.

 

A liberdade de criação busca projetos com muita naturalidade permitindo uma integração perfeita com estilo vintage, country e  romântico. Mantas, tapeçaria e papéis de parede com estampas florais e formas arabescas marcam essa tendência hippie.

 

Características do estilo Boho chic

 

  • Materiais naturais como madeira e palha
  • Tapeçaria colorida  com motivos florais ou lisas com cores vibrantes
  • Peças artesanais
  • Vasos de vidro colorido e metálico
  • Sinos de vento e mandalas decorativas
  • Tapetes confortáveis
  • Móveis baixos (com origem indiana, por exemplo)

 

Estilo rústico

 

O rústico é um estilo fácil de desenvolver ou aplicar no projeto de móveis planejados em uma reforma, por exemplo. Agrada  até aos adeptos à estilos mais contemporâneos. Talvez por evocar a sensação gostosa de conforto como são as das casas de campo.

 

E nada impede você de levar esse estilo para apartamentos  ou casas urbanas.

 

Pelo contrário, como o rústico nos aproxima de uma atmosfera natural, é impossível não se sentir aconchegado com o clima  de tranquilidade que este estilo pode inspirar. A madeira é o elemento base da decoração. É geralmente rústica como a madeira de demolição, mas inclui um ar mais sofisticado com as madeiras polidas.

 

Características do estilo Rústico

 

  • Mobiliário robusto de madeira rústica
  • Sofás confortáveis no estilo country
  • Uso de metais com aspecto vintage
  • lustres grandes de ferro ou  com pequenas cúpulas
  • Iluminação suave
  • Materiais como couro, algodão, palha, vime, cerâmica e ferro
  • Parede de tijolos com aspecto desgastado.

 

Navy

 

Essa decoração é inspirada no clima marítimo: leve, chic e descontraída. A ideia é que todos os ambientes possam ter elementos que nos lembram o frescor e a tranquilidade da vida perto do mar.

 

A cor base das paredes é o branco e o mobiliário pode trazer uma bela composição com tons conhecidos como náuticos: azul royal, azul marinho, vermelho, verde água e amarelo.

 

A decoração traz elementos com listras nas tapeçarias, ou toalhas de mesa, banho, nas almofadas e assentos de cadeiras, tapetes ou redes. Já os adornos podem revelar motivos da vida marinha e trazem muitos elementos naturais como cerâmicas, cestos de vime ou palha, cúpulas de fibra natural, etc.

 

Características do estilo Navy

 

  • Tapeçaria  listradas, com desenhos de coqueiros, plantas, peixes, conchas, etc
  • Cores branco , azul royal, azul marinho , vermelho e amarelo, tons nude  e bege.
  • Elementos naturais , sisal, palha , fibras naturais  , barro , linho e algodão
  • Móveis  com tons de madeira e brancos.
  • Metal prateado
  • Janelas grandes
  • Paisagismo nas áreas internas

 

Se você gostou de algum estilo, saiba que a Edy planejados pode construir o móvel perfeito para estar em sua decoração.

 

Entre em contato com nossos profissionais clicando aqui. 

 

You may also like

Leave a comment