Quarto Planejado

Chegou a hora de pensar no cantinho mais fofo da casa: o quarto do bebê

Quando falamos da sua primeira experiência como mãe ou pai, a ansiedade com tantas opções que o mercado oferece para decorar quarto do seu filho(a) pode aparecer… E realmente: são tantas coisas que temos que adaptar na casa e na vida por conta desta chegada tão especial, que a decoração não precisa ser um fator de aflição.

 

Os móveis planejados pro quartinho devem e podem ser pensados com a calma e o carinho que seu pequeno merece. A dica é uma só: busque empresas que ofereçam experiência, garantia e matéria-prima de qualidade.  

 

Geralmente, o quarto do bebê é deixado mais para o final da gestação, até porque muitos pais esperam para saber o sexo do filho ou esperam para ganhar fôlego entre tantas outras mudanças que precisam ser feitas já na rotina. Este não é um problema: basta confiar no seu fornecedor e estabelecer os prazos que sua família precisa para deixar ‘o ninho’ pronto.

 

Enfim, comece a sonhar com tudo que você deseja para decorar o quarto do seu bebê e confira algumas dicas que podem orientar sua escolha:

 

Cores

Antes de escolher objetos decorativos e móveis, defina a cor ou a paleta que será referência para a decoração.

 

As cores devem trazer para o ambiente as nuances suaves, que criam um clima de calma e harmonia, mas isso não significa (necessariamente) que você precisa apenas escolher tons pastéis.

As paletas amenas são das mais usadas, e há até um termo que define os tons mais escolhidos pelos pais: candy colors, com alta luminosidade e pouca saturação. Essas cores lembram os doces e criam um clima romântico, cheio de leveza, perfeitas para atmosfera dos quartos de bebês.

 

Outras opções como cinza claro, bege ou mesmo tons mais fortes como o amarelo vivo podem compor o cenário juntamente com as cores que você escolher, sempre criando um contraste equilibrado.

Coral living

 

Essa cor escolhida como destaque para 2019 é simplesmente linda! Traz ares de frescor e delicadeza para as paletas de tons pastéis e é uma das queridinhas dos profissionais de design e arquitetura.

 

A Coral Living da Pantone cai bem em diversos estilos, e é uma sugestão especialmente boa para o estilo escandinavo. Que tal inovar e trazer a tonalidade dos recifes de corais para decorar o quarto do seu bebê?

 

Continue lendo para entender como as tendências de decoração 2019 podem ser uma ótima escolha para o quarto do bebê…

 

Brilho do metal

 

Pois é: designers e decoradores escolheram o brilho do metal como tendência para iluminar os ambientes. Os clássicos dourado e prateado são ótimas ideias, assim como o cobre, o latão e o ouro-rosa estão em alta e entram perfeitamente na decoração dos ambientes infantis.

 

Esse ‘ponto de luz’ é bem-vindo e entra muito delicadamente nas peças, de maneira  sutil.

Quer entender como?
O metálico é perfeito para molduras de quadros, lustres, objetos como porta algodão, louças ou até mesmo nos puxadores da cômoda e guarda-roupa.

Estilos

 

Dois estilos que vão se destacar nas propostas de decoração neste ano de 2019 são o minimalista e o escandinavo. Eles foram escolhidos porque representam a ideia da necessidade do momento no mundo: a de se fazer escolhas mais simples de vida, sem perder a graça, a diversão e a alegria.

 

Uma atitude de consciência e respeito ao meio é uma ótima inspiração pro quarto do bebê.

 

O minimalismo preza o conforto  sem sobrecarregar o ambiente com objetos decorativos, por isso traz móveis básicos,  funcionais, úteis e seguros. A ideia é que a luz possa entrar livremente pelo quarto e que o espaço livre é o protagonista para estimular diferentes  brincadeiras nas etapas do desenvolvimento do bebê. Além disso, o quarto fica facilmente adaptável para acompanhar as várias fases de crescimento da infância.

 

O estilo escandinavo é minimalista também e diferencia-se  apenas por aspectos como cores, estamparias têxteis e gravuras.  Como o próprio nome diz, esse estilo vem do países nórdicos de onde se originou a proposta de criar uma decoração e pensar o design para trazer a  alegria e o conforto da luz. Nestes lugares o inverno é longo e muito frio!

 

O escandinavo encanta decoradores de todo o mundo pela forma leve e descontraída que imprime ao ambiente, e ganhou versões adaptadas para estar em qualquer clima, em diferentes países.

 

A madeira nos móveis ou piso estão bem presentes e formam um harmonioso contraste com o branco e tons pastéis. O mobiliário segue a linha do minimalismo (menos é mais) e propõe poucos e bons móveis para criar um ambiente funcional e organizado.

Confira algumas ideias na rede social pinterest, você vai se apaixonar por este estilo moderno, prático, leve e charmoso.

 

Móveis planejados

 

Na hora de pensar o projeto de móveis planejados, você precisa contar com arquitetos e designers experientes. Mas há conceitos bem simples a serem entendidos ou estudados por você, antes mesmo de sentar com os profissionais responsáveis pelo seu projeto:

  • O guarda-roupa planejado não precisa necessariamente ser só para a fase do bebê. O ideal é que esse móvel possa servir em longo prazo, e que sejam adaptáveis a diversos estilos, pois é certo que essa mudança pode acontecer em uma nova etapa, logo adiante.

 

  • Além do berço, os quartos costumam ter uma cama a mais que servirá, nesse primeiro momento, para o descanso dos pais que ficam longas horas dedicadas exclusivamente aos cuidados cuidados com o bebê. Essa cama pode ser planejada e receber gavetas  para roupas de cama, toalhas, mantas, ou ainda ter sua base aberta como um grande nicho para guardar livros, por exemplo. A ideia de facilitar o acesso estimula o despertar do interesse da criança para a leitura.

 

  • A cômoda que serve como trocador também é um móvel muito útil para manter a organização do quarto. E se o guarda-roupa for suficiente para acomodar roupas, sapatinhos, travesseiros, edredons, e etc, a cômoda é funcional e necessária para manter à mão o que você precisa para trocar seu bebê. Isso é muito importante para sua comodidade e conforto já que essa será uma das muitas tarefas do dia a dia. Caso o ambiente seja pequeno, sem muito espaço para a cômoda, saiba que os berços podem receber essa adaptação e acomodar o trocador com nichos para fralda e materiais de higiene.

 

Ideia montessoriana

 

O método montessoriano de educação  tem como fundamento a construção da autonomia da criança. Portanto, desde os primeiros momento de vida, de forma lenta e gradual, essa autonomia vai sendo construída e a concepção de berço passa a adquirir novos formatos. Para quem se identifica com esse tipo de conceito de projeto, o investimento em móveis planejados é o ideal.

 

As peças estão à altura do chão e conferem um aspecto lúdico, simples e criativo ao quarto. As caminhas super aconchegantes em forma de casa, ou que se parecem com pequenas barracas seguem essa tendência.

 

Nesse primeiro momento, para a segurança do bebê, as camas planejadas sob inspiração do conceito de Maria Montessori recebem rolos macios, que contornam os cantos do berço-cama e evitam que o bebê role para o chão quando começar a descobrir os movimentos do corpo.

 

Iluminação

 

O ideal é que a luz se propague de maneira indireta  ou difusa, ou seja, a luz irá bater em alguma superfície antes de atingir o ponto a ser iluminado.

 

A luminárias pendentes também não devem ficar sob a vista do bebê, quando ele estiver deitado no berço. Isso evita desconforto, já que os bebês ainda tem muita sensibilidade nos olhos e, ao mesmo tempo, desenvolvem sua visão dia a dia.

 

A luz deve ser delicada e suave  para que se consiga gerar conforto e propiciar o relaxamento. A dica para que o quarto traga a iluminação ideal é vários pontos que iluminem de diferentes formas cada cantinho, e que possam tanto atender às múltiplas necessidades do quarto, como contribuir para o bem estar e saúde da criança.

 

 

8 dicas para decorar quartos pequenos

Há muitas opções de decoração e escolha de mobiliário para deixar seu quarto com a sua cara, e ainda solucionar a questão do ‘pouco espaço’. E se você precisa dar um upgrade no seu cantinho, confira nossas ideias de decoração para pequenos espaços.

 

O primeiro passo é contar com arquitetos e designers experientes, que possam apresentar soluções de acordo com o que você precisa, dentro do espaço disponível, em um projeto harmônico e inteligente. Aproveitar espaços não é só ocupar todos os lugares com espaços de armazenamento, mas integrar o gosto pessoal e estilo ao que o projeto demanda.

 

Por isso, conheça algumas dicas simples que podem trazer resultados muito gratificantes aí, no seu espaço!

 

Tons claros

 

Quando se fala em tons claros não é preciso que o ambiente seja todo branco, aliás não é muito recomendável que essa cor  ocupe todo o ambiente e você pode conferir dicas incríveis sobre cores e conceitos de uso delas neste link.

 

Branco em excesso pode criar uma sensação de monotonia e por isso é preciso que ele esteja aliado a outros tons, que podem ser pastéis, sóbrios ou mais vibrantes.

 

Aliás, os tons claros também trazem vantagens incríveis para metragens pequenas: pode ajudar a aproveitar melhor a luz natural e também criar sensação de amplitude. Então, como usar? Conte com profissionais especializados como arquitetos e designers de interior.

Camas com gavetas

Esse móvel pode vir a ser muito útil e substitui a necessidade de uma cômoda, por exemplo. Criar espaço de organização no principal móvel do quarto é uma alternativa perfeita para quem vai planejar o espaço, aproveitando cada centímetro com inteligência e usando os móveis em uma função multiuso.

 

Beliches e camas suspensas

É certo que as beliches economizam espaço e, quando planejadas ficam perfeitas para quartos pequenos. Essa é uma solução adequada à necessidade de uso e pode ainda ganhar adaptações multiuso, incluindo no projeto do beliche os gavetões laterais, iluminação embutida, escrivaninha ou estantes de livros junto à cabeceira das camas, para dar alguns exemplos.

Você conhece a opção das camas suspensas? Para quartos de crianças e adolescentes elas podem ser uma excelente ideia! Planejadas como as beliches, as camas suspensas dividem o ambiente em dois andares. Esse truque permite que todo espaço do piso seja ocupado com outros móveis, liberando espaço de organização ou circulação vitais para áreas de estudo ou armários e prateleiras, por exemplo. Esta técnica  costuma ser utilizadas em áreas que possuem pé direito alto.

Espelhos

 

Sim: eles são objetos muito usados em pequenos espaços. E o motivo é simples: quando posicionados da maneira correta, ajudam mesmo a criar uma sensação de um espaço maior.  

 

Eles podem ser colocados na sala de maneira estratégica para que se alcance esse resultado. Outra dica é que os espelhos precisam refletir o ambiente externo como um jardim, ou uma vista bonita do apartamento. Aliás, de acordo com o Feng Shui, é dessa maneira que você ajuda a atrair boas vibrações e não acumular energias densas no local.

 

Nos quartos, os espelhos podem vir nas portas do guarda roupa o que além deixar o ambiente mais sofisticado ainda contribuem para criar a sensação de amplidão do cômodo. Outra dica é colocá-lo atrás da cama, ocupando todo o espaço da parede acima da cabeceira.

 

Prateleiras e nichos

 

Estão aí duas soluções indispensáveis para os espaços de pouca metragem . Seja no quarto, no banheiro, na sala, cozinha ou área de serviço, elas são sempre muito úteis e podem ser planejadas de acordo com o estilo de decoração que combine com o seu gosto pessoal.

 

A dica, nesse  caso, é utilizar as prateleiras sem acúmulos, ou seja, nas salas e quartos, por exemplo, elas podem entrar apenas para acomodar livros, objetos afetivos, no suporte à iluminação e para objetos decorativos como vasos, esculturas e quadros.

 

Os nichos também são ideais para decorar e criar organização de uma forma versátil. Podem receber papel de parede, cores, acabamentos e texturas e dar ainda mais charme à decoração.

 

Que tal colocar vasinhos de plantas? As plantas têm também função embelezar os ambientes, assim como fazem na natureza.

 

#DicaInfalívelEdy: use tanto nichos quanto prateleiras para receber iluminação embutida, o que ajuda a criar um clima gostoso, aconchegante e ainda destacar a decoração .    

 

Móveis baixos ajudam a ampliar o ambiente

 

Manter a linha da altura dos móveis baixa é um truque  muito usado por decoradores nos quartos pequenos. Essa é uma maneira de causar a impressão de pé direito mais alto, o que cria mais conforto visual e estético.

 

Luminárias na parede

 

É de praxe manter um abajur ou luminária no criado mudo, que fica ao lado da cama. Mas fixá-las na parede ou mesmo na cabeceira da cama é uma alternativa que deixa o móvel livre para acomodar outras necessidades.

Charme, aconchego e organização

 

Esses são os três componentes que precisam ser pensados quando você quer valorizar um espaço pequeno. O quarto pode ganhar essas características quando os móveis planejados são usados na decoração feita por profissionais qualificados.

 

Então, se sua vontade é alcançar uma estética afinada com seu estilo e um quarto que possa ser acolhedor e útil, não hesite em optar por empresas de credibilidade, com experiência de mercado e garantia de fábrica para planejar os móveis sob medida do quarto.  

Quarto de casal pode ter criatividade com móveis planejados

Na hora de definir a decoração do quarto, o aspecto mais relevante a ser pensado é sempre o de ter um ambiente que gere conforto e aconchego. Que seja um agradável convite para o descanso.

E quando chega a hora de dar uma cara nova para o quarto, saiba que é a escolha harmônica entre cores, móveis e objetos decorativos, que vai deixar o ambiente mais intimista da casa, confortável.

Pense ainda que, no quarto de casal é preciso pensar a melhor adequação dos espaços para acomodar as necessidades de cada um. Faça móveis que garantam independência na hora de sair pro trabalho enquanto o outro está dormindo, por exemplo. Pense na rotina e no uso.

O consenso sobre cores e decorações que agradam aos dois fazem o quarto ganhar uma identidade comum.

Invista em um planejamento personalizado e se surpreenda com o resultado estético e funcional no quarto.

 

Comece pelas cores

Geralmente as cores mais utilizadas em quartos de casal são  as tonalidades neutras como o bege, areia, branco, marfim, off-white, cinzas e tons pastéis.

 

Mas cores podem ser escolhidas pela preferência ou os modismos; e não há uma regra sobre precisar necessariamente um tom neutro.

 

Também é provado que as cores possuem influência em nossas emoções sendo capazes de induzir a mente ao estado de relaxamento ou atenção, introspecção ou abertura, entre outros estímulos.

 

Portanto, peça ajuda aos especialistas e, quando pensar sobre qual cor e opte por aquelas que você mais gostam e que também dão conforto visual, afinal esse é um lugar feito para recompor as energias e, fundamentalmente, descansar.

 

Defina uma cor guia

 

Determinar um tom “guia” na decoração facilita na escolha de objetos decorativos e outras composições como a cor e texturas dos móveis. E a partir dele, a paleta vem naturalmente.

 

A ideia é sempre trabalhar com cores e nuances que se harmonizam de forma delicada. Mas se quer ousar, saiba que as cores podem entrar sem problemas dentro do seu quarto.

 

A dica é que o tom escolhido ou suas nuances estejam presentes em objetos decorativos como quadros, porta – retratos, vasos , almofadas, colchas, mantas ou mesmo em uma peça única como criado-mudo, por exemplo.

 

Não se esqueça que são as combinações equilibradas que vão dar o toque especial e conferir charme, leveza e requinte.

 

Confira algumas paletas de cores e as combinações possíveis para perder o medo de errar:

 

Agora sim: hora de pensar nos móveis

 

O primeiro móvel a ser escolhido deve ser a cama, não só por ser o item principal, mas também porque ela ocupa um espaço considerável, que influenciará na definição dos outros móveis.

Em espaços pequenos, muitas vezes é difícil ter um móvel comprado (como o guarda-roupas, por exemplo) que consiga servir à necessidade do casal. Sem contar que se o armário comporta bem roupas e sapatos, ele também precisa deixar espaço pra circulação.

A melhor opção, sem dúvida é planejar os móveis, que permitem que todas as situações sejam facilmente contornáveis e possam se tornar soluções criativas!

Além disso, os móveis sob medida ampliam a possibilidade de ter um mobiliário com espaços internos maiores, melhor distribuídos e mais funcionais.

Designers e arquitetos poderão te ajudar a definir as peças que são mais adequados para compor o quarto. Pode-se pensar em criar compartimentos, como gavetões na base da cama para armazenar lençóis, toalhas e até almofadas, que ajudem a aproveitar cada cantinho para ter mais organização.

Uma outra opção muito utilizada  aos pés de uma cama é o aparador ou mesmo um móvel que sirva de apoio e seja, ao mesmo tempo, um local perfeito para guardar mantas e edredons.

 

Veja alguns elementos básicos para compor a decoração de um quarto de casal, mas que podem ganhar um novo olhar e se tornarem foco para sua criatividade!

 

Cabeceiras

 

 

As cabeceiras fazem toda diferença para dar aconchego aos modelos de cama box, seja para dar maior conforto ou para conferir estilo ao ambiente. E há um infinidade de texturas que elas podem assumir e que compõem perfeitamente com diversos elementos do quarto.

 

E se a preferência do casal for por um estilo mais clássico, as acolchoadas com capitonê são elegantes e lindas.  

 

Que tal fazer uma cabeceira funcional com nichos para guardar livros e objetos? Sempre dá pra inovar!

 

Há modelos acessíveis em tapeçaria, macramê e a cabeceira  pode também se estender para além da área da cama, criando uma moldura para luminárias de leitura nos dois lados, por exemplo. Vale ousar e verificar ideias interessantes, uma delas caberá perfeitamente em seu projeto .

 

Tapetes

Ao escolher essa peça que é um ótimo elemento de composição no décor, busque conforto, praticidade e qualidade.    Não esqueça da escolha adequada da cor!

 

Roupa de cama

Parece coadjuvante, mas não é! Vale a pena caprichar na escolha de mantas, jogos de lençóis, edredons e almofadas,  para criar um ninho acolhedor. Nada mais gostoso que se jogar em uma cama macia, que não precisa ser milimetricamente arrumada!

Vale investir em cor, texturas, materiais naturais e até dar um aspecto espontâneo e levemente ‘desarrumado’ (não tão certinho e alinhado) pra criar uma atmosfera ainda mais aconchegante.

 

Criado-mudo

Planeje o criado-mudo para compor e aproveitar o espaço do novo quarto do casal. Essa peça é muito utilizada e pode assumir formatos diferentes, aéreos, que cabem perfeitamente naquele cantinho estratégico ao lado da cama, bem à mão.

O criado-mudo  é um item quase que indispensável, pois  serve de apoio para apoiar moringa, livros, abajures além de preservar  a individualidade, já que ambos tem seus hábitos e necessidades diferentes e vão precisar de um móvel que acomode os objetos pessoais.

 

Guarda-roupa  

Um guarda-roupa planejado é simplesmente  a melhor escolha que você pode fazer. Ele pode mesmo responder a todas as suas necessidades e as do seu amor: simples assim.

Planejar em quartos pequenos também permite imprimir leveza e garantir melhor espaço de circulação. E para quem quer uma peça única, que gere um efeito especial e de destaque na decoração, há modelos elegantes e luxuosos. Confira aqui algumas ideias de guarda-roupas que a Edy planejados pode oferecer ao seu projeto.

Hora de planejar os móveis no quarto de solteiro

Enfim, chegou a hora de criar o quarto dos sonhos! O verdadeiro desafio agora é definir qual estilo, entre tantos, funcionará melhor pra você.

 

Geralmente, quando a decoração é feita  por conta própria, ocorre uma mistura de elementos e formas que podem até ficar bons, mas nada comparado a um quarto planejado para cada necessidade, sob o olhar de profissionais qualificados como arquitetos e designers.

 

Suas ideias podem ser boas e os especialistas vão ajudar a melhorá-las dentro do espaço! Acredite: busque por empresas especializadas e prepare-se para mudar seus conceitos sobre planejamento e decoração.

 

A Edy planejados, presente no mercado há 50 anos, conta com um equipe super qualificada para dar todo o suporte para  que o projeto saia do jeitinho que você imaginou. Traga sua ideia e veja seu sonho se transformar em realidade.

 

Que tal uma cama planejada ?

 

As camas planejadas tem a grande vantagem de serem construídas nos formatos mais diversos. Com a possibilidade de criar  dimensões e formas variadas, essa opção cai muito bem em espaços compactos ou estreitos. Além do mais, elas acompanham as linhas e conceitos já definidos no  planejamento do quarto e por isso ficam perfeitas e harmônicas.

 

Precisa de ideias de camas planejadas? Busque inspiração nas imagens da rede social pinterest e traga as que você mais gostou para nossos profissionais . Eles vão montar  o projeto perfeito para seu quarto de acordo com seu estilo.

 

Lembra do beliche?

 

Ele ganhou uma nova cara! Para ambientes pequenos que precisam acomodar mais de uma pessoa, essa opção tem surpreendido pelo bom gosto e otimização que consegue dar para o espaço.

 

Quem curte muito a ideia de beliches são as crianças! A disputa será sempre a de quem vai dormir “lá em cima”. E, para elas, há sugestões sensacionais e inspiradoras para se criar uma decoração lúdica e funcional.

 

Mas não são só as crianças vão adorar essa ideia: um quarto com estilo marcante e moderno também pode usar esse recurso para acomodar os pertences de adolescentes e jovens. O quarto pode ganhar o requinte e glamour das decorações românticas, por exemplo, ou usar as linhas pra um design com tom mais vanguardista, refinado e de estilo contemporâneo.

 

Espaços reorganizados com móveis planejados

 

O planejamento visa utilizar técnicas precisas para o melhor aproveitamento dos espaços e, geralmente, em quartos de solteiro, onde os cômodos são menores, os móveis prontos podem não se adaptar perfeitamente à ideia do projeto.

 

Além do mais, quando você quer investir em um espaço único, pode criar o que quer escolhendo materiais e medidas para um mobiliário específico, que caiba em um determinado canto, incluindo colocar o que é necessário em lugares determinados.

 

Sabe aquele guarda-roupa esquisito que destoa da decoração

e que mal cabem suas roupas?

 

No novo projeto planejado esse novo móvel vai deixar você encantado. E vai ficar mais fácil manter tudo sempre organizado, já que os compartimentos planejados facilitam o armazenamento e convidam à organização.

 

Móveis úteis

Um quarto de solteiro muitas vezes precisa de uma escrivaninha. Essa opção pode inspirar até a construção de um espaço de home office ou mesmo um canto. O local de estudos é sempre super requisitado.

 

Eles ficam perfeitos nos quartos: com privacidade e menos interferências das pessoas que circulam (eventualmente) pela casa. Pense nisso e, se for sua necessidade, converse com o arquiteto ou designer para deixar seu intuito claro: use o espaço para se concentrar e também para descansar.

 

Dar multifunção a um cômodo não é problema para quem tem experiência, e entende do assunto. O projeto de iluminação será fator essencial para colocar essa ideia em prática.  

 

Falando em luz…

 

Uma iluminação focada garante maior destaque nos pontos certos. Sabe aquela luz chapada que deixa um ar cansativo e  que não ajuda em nada na hora criar uma atmosfera de conforto? Você pode se livrar dela com diferentes temperaturas de luz. E é justamente por isso que um projeto de iluminação deve estar junto ao planejamento da nova decoração.

 

Os pontos de luz tem funções diferentes para cada canto. Se o orçamento apertar e o projeto luminotécnico não estiver cabendo no bolso, aproveite: pare e pesquise um pouco sobre o assunto e converse com a empresa contratada para fazer o projeto.

 

Juntos, vocês podem encontrar inúmeras possibilidades de deixar o quarto mais harmonioso com toques sutis de iluminação.

 

Porque investir em um projeto luminotécnico?

 

Porque o projeto corrige a falta de iluminação natural e cria pontos luminosos onde realmente se fazem necessários, focando em gastar menos energia.

 

Uma iluminação ineficiente é aquela que excede, causando um efeito estressante e exaustivo. Pode ser também aquela que peca pela falta, deixando locais escuros e desvalorizados.

 

Há maneiras práticas e de baixo custo para melhorar essas condições e trazer a luminosidade correta para um ambiente: a luz embutida no projeto de móveis planejados é uma delas.

 

A luz valoriza imóveis, objetos, quadros, plantas e esculturas ou ainda destaca texturas das paredes e móveis, além de setorizar ambientes e áreas de circulação.

 

Tipos de iluminação e seus efeitos

 

Luz direta – Essa incide diretamente em um ponto específico como abajures em mesa de trabalho e estudo, ou luminárias que direcionam luz sob uma mesa de jantar, por exemplo.

 

Luz indireta –  Utilizadas em forro de gesso, em spots direcionados ou mesmo em arandelas de paredes e chão, elas refletem na superfície e se ampliam por todo ambiente iluminando-o por igual. No quartos e salas elas caem bem pela suavidade e podem inspirar aconchego quando se utiliza lâmpadas fluorescentes amarelas.

 

Difusa  – Decorativa e funcional,  ela é considerada a mais versátil de todas. Traz uniformidade e intensidade sem que cause ofuscamento dos detalhes. Ex: Luminárias fabricadas em vidro leitoso ou tecido branco, como nas cúpulas para luminárias de chão.

 

Viu quantas ideias legais para pensar no novo quarto?

 

Se você gostou acesse o site da Edy Planejados para pedir um orçamento e mandar direto a sua planta! Depois, é só fazer uma visita e conhecer alguns trabalhos realizados por nossa equipe.

Planeje um ambiente lúdico e divertido para crianças

Você quer criar um quarto especial só para os pequenos? Quer que eles possam transformar esse cantinho em um cenário para as brincadeiras? Então é preciso desvendar o  universo criativo, lúdico e um tanto mágico que você tem, na hora de escolher a decoração.

 

É na arte de brincar que as crianças constroem o processo de socialização e formam sua identidade.Tudo que estiver à sua volta será um cenário de diversão  e descobertas.

 

As ideias pro planejamento do quarto podem vir com uma  pesquisa sobre cores, móveis e elementos de composição sem deixar de lado a questão da segurança: pensada do início ao fim. Deixe a imaginação fluir! Quer uma ajuda?

 

Graça, movimento e versatilidade para os mobiliários infantis

 

Qual criança não gostaria de uma cama que ao mesmo tempo se tornasse um dos seus brinquedos preferidos? Então saiba que beliches ou camas suspensas podem ganhar um escorregador, ou uma base para escaladas até o andar de cima: fica uma graça e elas simplesmente adoram. Há também a possibilidade de criar casinhas ou cabanas. Esse mobiliário vai acompanhar toda infância do seu filho, portanto, serão bons anos de uso, não se preocupe.

 

E quando elas já não fizerem mais parte do universo infantil, as camas podem ser readaptadas ou trocadas.

 

Você pode escolher fazer um mobiliário especificamente infantil ou mesmo manter móveis mais tradicionais (que se usa para todas as idades). Independente da sua escolha você pode caprichar em outros detalhes como:

  • Pintar as paredes  com cores alegres e frescas ou quem sabe ainda, transformar uma parte delas em uma grande lousa que pode ser feita com pintura especial e fácil de limpar.
  • Invista em mantas, cortinas e almofadas diferentes.
  • Nas peças decorativas como quadros, móbiles ou abajures que podem projetar desenhos no teto e deixar o ambiente verdadeiramente mágico.

 

Aguçar a imaginação pode ser simples.

 

São tantos os elementos, que talvez você tenha a atenção voltada para não exagerar e criar um quarto  com muita informação e nada educativo. Por isso, conte com arquitetos e designers para construir um ambiente sugestivo  e não sobrecarregado.

 

Mesmo seguindo com a decoração em uma linha minimalista, as crianças exploram os objetos e, acredite, isso pode ajudar a desenvolverem a concentração.

 

É importante lembrar  também que esse ambiente irá se transformar ao longo do tempo, pois cada idade tem estágios de desenvolvimento diferentes.  

 

Por esse motivo, pense numa dica simples: os móveis não precisam ser exatamente embutidos, com exceção do guarda-roupa.  

 

Ideias que podem entrar na decoração

 

Planejar os móveis do quarto dos filhos pode (e deve) ser um exercício de criatividade! Veja 6 ideias diferentes, que vão fazer as crianças amarem a hora de ir pro quarto:

  • Mesa para colorir e pintar na altura e tamanho ideais para o quarto. Fazer essa peça sob medida ainda dá a possibilidade de embutí-la, caso precise de espaço para circulação.
  • Nichos de vários tamanhos para manter cada coisa em seu lugar.
  • Estante só para livros. Ela costuma estar na lista dos desejos das famílias, mas pode ser adaptável na altura, conforme a idade.
  • Banco baú para guardar fantasias e brinquedos.
  • Um teatro de fantoches! Além de ser um item sensacional para aguçar a imaginação ajudar no desenvolvimento, ele pode ser criado em qualquer cantinho. Pode ser em madeira com espaço atrás para guardar os bonecos e cenários do pequeno palco. E ainda pode ser uma estrutura independente, de forma a possibilitar carregá-lo para outros cantos da casa.
  • Painel para escalada: não precisa ter medo! Dá para planejar uma estrutura segura e que ainda dê conta da quantidade de energia que os pequenos tem.
  • Suporte para rolo de papel de desenho com base para colocar giz e lápis de cor, em pequenos potes coloridos.

 

Segurança

 

Profissionais especializados seguem os conceitos de ergonomia e segurança. E essa é a forma segura de garantir que todos os móveis planejados sejam entregues com tranquilidade.

 

Preste atenção em alguns itens úteis para quem tem filhos pequenos

 

  • Para crianças, principalmente as menores de 7 anos é indicado que a cama ganhe sistemas de proteção para evitar quedas. As redes não são usadas somente  em sacadas e janelas de prédios e podem criar a atmosfera de fantasia e segurança quando os pais usam as partes altas no projeto.
  • A altura dos móveis é outro ponto que precisa ser pensada porque os itens de uso frequente devem estar acessíveis à elas.
  • Use as linhas arredondadas para proteger das quinas.
  • Nada de fios soltos ou aparentes!
  • Instale prateleiras longe da cama, em altura recomendada e segura.
  • Use protetores para tomadas e trava  portas para evitar acidentes.
  • Utilize abajur, luzes de led embutidas ou dimmer  (regulador de luz) para os menores de 7 anos, você garante sossego, caso acordem no meio da noite.

 

Gostou das dicas e ideias para o quarto dos seus filhos? Converse com os profissionais da Edy Planejados. Vamos ajudar você a construir um quarto incrível para os pequenos!

Durma no quarto planejado dos seus sonhos

Pensar os móveis do quarto sob medida ajuda definitivamente a criar aconchego. Até o projeto mais simples ou minimalista de móveis planejados contribui para que o ambiente fique convidativo, acolhedor e com uma atmosfera elegante.

Medindo-se todo o espaço e considerando o tamanho da cama (não importa qual seja), você pode utilizar a maior altura das paredes, assim como a iluminação deve guiar as diretrizes do seu projeto.

Aproveitar a luz natural é tão importante quanto promover momentos de escuro absoluto. Os móveis planejados ajudam a criar esse ambiente.

A forma e a função devem conversar perfeitamente, deixando evidente o quanto o  design é importante em projeto de móveis planejados.

Uma dica sempre útil é: não polua visualmente. Por ser um ambiente de descanso, vale pensar nos estímulos que as cores podem promover. Um grande aliado aqui é o acabamento e as diferentes texturas que ele pode ter.

 

O que não pode faltar?

Personalidade é uma característica muito própria da decoração dos quartos, mesmo quando o projeto não foi feito por um profissional como um arquiteto, por exemplo.

Um quarto é planejado para ser um ambiente íntimo e por isso ele revela as preferências de quem o habita. Uma das tendências muito utilizadas hoje em dia na decoração é a inclusão de objetos afetivos – a cômoda herdada da família, um banco, um espelho ou até plantas, por exemplo!  

 

Portanto, não pode faltar:

  • A valorização daquilo que você gosta – seja no estilo ou em objetos escolhidos por você!
  • Conforto térmico. A adequação da temperatura com revestimentos, tapetes, um ar condicionado ou aquecedor é muito importante para ter um projeto ideal.
  • Iluminação aconchegante e funcional. Pense nos momentos de leitura, relaxamento ou até quando você precisa se concentrar e se preparar para alguma atividade: a luz é vital em todas essas horas!
  • Pisos frios e quentes. Também é importante equilibrar o uso dos pisos com tapetes, materiais mais frios, madeiramento, lãs, fibras vegetais e outros materiais dentro do quarto. Isso também traz acolhimento ao ambiente.
  • Leveza! Cuidado para não decorar cada cantinho com um móvel e ainda encher o quarto planejado de prateleiras sem planejamento. Isso facilita o acúmulo de objetos que, por mais organizados que fiquem, também representam um excesso de informação visual e muito estímulo para as horas de descanso.

Invista em um quarto planejado com a sua cara, que atenda às suas necessidades e que tenha o que você efetivamente precisa: nem mais, nem menos.

Não tem melhor ambiente para exercitar a nossa capacidade de ser mais sustentável do que nosso próprio quarto! Na hora de esboçar o projeto junto com o especialista em móveis planejados, pense em ter o que você realmente precisa.

É hora de organizar as ideias e o ambiente, ressignificar excessos, manter peças de roupa essenciais e que você goste muito, assim como livros e outras peças. Enfim: mantenha tudo sempre circulando e doe, se for o caso, para quem pode e precisa usar o que você não vai mais precisar.

Saiba que fazer seus móveis sob medida podem contribuir (e muito) para trazer ótimos hábitos ao seu estilo de vida, afinal: um ambiente confortável para descansar precisa ser igualmente calmo, criativo e acolhedor!

A Edy Planejados coloca à sua disposição a experiência de mais de 50 anos projetando móveis planejados de qualidade excepcional.

Móveis planejados quarto, edy planejados

Como criar um projeto de móveis planejados para o quarto?

Móveis planejados para o quarto

O quarto é o ambiente de descanso, privacidade de um morador ou uma família. Projetar móveis planejados para quartos é uma missão que deve garantir acolhimento e aconchego às pessoas. Móveis feitos sob medida podem ser a melhor opção, tanto para quem quer personalizar os projetos, quanto para quem precisa gastar menos para executá-los.

Hoje em dia há diversas opções de materiais que diversificam o preço para realizar um dormitório com móveis planejados. Além de serem feitos sob medida, eles valorizam o imóvel e contribuem para a decoração do ambiente, tornando-se um dos fatores de decisão para compra ou locação.

Benefícios do quarto planejado

A maior vantagem na hora de decidir fazer um projeto de móveis planejados para o quarto é escolher os materiais, que darão acabamento, cor, serão de grande influência na decoração e podem personalizar e conferir uma sensação ainda maior de aconchego a este ambiente.

Decisões sobre como os puxadores das portas e gavetas serão, a quantidade de prateleiras, assim como quantidade de portas que um armário pode conter, nichos e diversos recursos também são mais facilmente tomadas quando você pode planejar os móveis de maneira customizada, influenciando definitivamente na redução de custos do projeto.

Pense o lugar, consulte um especialista!

Não importa se você vai projetar um quarto de casal, adulto, adolescente, criança ou bebê: os móveis planejados precisam estar em harmonia com a cama/berço e outros elementos do local. Antes de pensar o projeto, separe as referências que mais agradam para levar para os especialistas.

É vital contar com a visão técnica para elaborar o projeto de móveis planejados, já que, além de estarem sob medida e de acordo com a necessidade do cliente, as orientações quanto aos materiais, acabamentos e implicações dessas escolhas no resultado final são orientadas por quem realiza esse trabalho.

Funcionalidade e otimização do espaço são fatores fundamentais. As possibilidades de executar uma ideia com exclusividade também são maiores e devem estar alinhadas com projetos de elétrico e de iluminação são adjuvantes, que precisam ser considerados no projeto do móvel planejado, ou seja, podem e devem ser pensados juntos. Ainda que você instale os móveis e depois inclua a iluminação ou tomadas, tudo precisa ser pensado desde o início.

Outro ponto importante são as medidas e a ergonomia do projeto dos móveis planejados, que deve sempre atender as capacidades e altura física de quem vai utilizá-los, prevendo adaptações e dispositivos que facilitem o acesso às partes mais altas, por exemplo. Tudo deve ser orientado pelo especialista, que sabe exatamente qual a mensuração que deve ser feita, em todo o local, para a realização do projeto.

CLIQUE AQUI e fale com um de nossos consultores especialistas, e receba toda orientação necessária para seu projeto.

móveis planejados para quarto de casal edy planejados

Saiba como pensar móveis planejados para quarto de casal

Um ambiente aconchegante e com muito conforto. Essas são as principais necessidades de quem vai planejar moveis para quarto de casal, e que também desafia, na maioria das vezes, a pensar projetos que precisam combinar gostos e estilos diferentes em um só ambiente.

Os móveis planejados para quarto de casal possibilitam personalizar as áreas destinadas a cada um dos integrantes, delimitando os locais de armazenamento de objetos pessoais, locais de leitura e etc. Os armários do ambiente são importantes elementos de criação desse estilo único. E eles também identificam os espaços de cada um, quando a necessidade é o armazenamento de roupas, sem um espaço como um closet, por exemplo.

Além de ser uma opção rápida para aproveitar os espaços, os móveis planejados para quarto de casal também trazem a facilidade de se adequarem a outros elementos como a cama, por exemplo. Como se pode fazer gaveteiros, nichos, maleiros, espaços com divisória, para quem já tem a cama de um modelo, fica simples integrá-la ao projeto inteiro, dando ainda mais funcionalidade a tudo que ficará no quarto.

Em um projeto inteligente, que prime pelo aproveitamento dos espaços, criados-mudos, cabeceiras, prateleiras, escrivaninhas ou até outras pecas também são facilmente incorporadas aos moveis planejados para quarto de casal. Outra ideia é fazer com que as coisas ganhem novas funções, por exemplo, quando se projeta espaços podem abrigar iluminação, substituindo um ou mais itens da decoração.

As possibilidades são infinitas e algumas dicas podem ajudar a guiá-lo, quando estiver escolhido a empresa que poderá fazer o sonho sair do papel:

  • Busque referências de cores, texturas, estilos e até objetos que lhe sejam inspiradores
  • Pense na função de cada móvel
  • Explique a rotina do casal e a relação pratica que terão com quarto
  • Planejem o armário de acordo com as necessidades
  • Preveja possíveis adaptações a objetos afetivos maiores, que eventualmente integrem a decoração, como poltronas, cabideiros, abajures e etc.
  • Defina as portas: se serão de correr ou se terão acabamentos com detalhes aparentes
  • Harmonize o visual do quarto com os revestimentos, materiais e acabamentos dos moveis
  • Quando optar por espelhos, para dar amplitude, peça ajuda aos especialistas para determinar onde deverão estar dentro do projeto
  • Utilize cantos e áreas altas com sabedoria, de modo que tenham funcionalidade e também contribuam para dar personalidade ao quarto
  • Deixe espaços de circulação – em volta da cama e em áreas de vestir e calçar
  • Utilize nichos e prateleiras para quadros, fotos e outros objetos afetivos

Esse artigo te ajudou? Precisa de mais informações para planejar o quarto? Envie sua dúvida abaixo: