Sem categoria

Banheiros pequenos ganham charme e praticidade com armários planejados

Pequenos sim, mas sem perder a graça! A ideia para um ambiente de medidas enxutas é criar espaços para uma estética mais agradável e que ao mesmo tempo possa cumprir a questão da funcionalidade. Os móveis planejados podem transformar este pequeno espaço, acredite!

 

Por serem feitos com medidas precisas e com a possibilidade de trabalhar suas formas, eles se tornam peças importantes para a organização do dia a dia. Quanto menor o ambiente maior é a importância de um projeto de decoração e de móveis sob medida.

 

Com criatividade e um toque de elegância seu banheiro ganha visibilidade independente do seu tamanho. Os armários podem ser confeccionados com diversas texturas e ganhar cores que trazem alegria ao banheiro.

 

No final deste post você confere as transformações possíveis realizadas pela equipe da Edy planejados .

Ampliar é possível!

 

Os ambientes compactos são sempre um desafio, pois qualquer descuido na decoração, pode sobrecarregar ou deixar de cumprir com as necessidades que espaço exige.

 

Alguns truques de marcenaria junto com o projeto de iluminação ideal ajudam a criar amplitude.

 

Essas técnicas são interessantes pois, tudo que não se quer é ter a sensação de um ambiente apertado. Com criatividade seu banheiro pode ganhar uma cara nova e você pode usar os espelhos nos espaços mais estratégicos, para te ajudar na missão de expandir o espaço.

E pensando em espaços, a questão é sempre otimizar!  Portas de correr por exemplo, contribuem para uma melhor circulação.  

 

O ideal é que as peças do banheiro, como cubas, vasos sanitários sejam pequenas, mas atendam a necessidade do ambiente. Os espelhos também contribuem para melhorar a iluminação. Se aplicado em toda a extensão da parede da bancada este trará a sensação de amplitude, gerando mais conforto visual.  

 

Se houver uma janela que dê para um ambiente externo bonito, um jardim por exemplo, o espelho poderá ser colocado de maneira a refleti-lo , tomando o cuidado necessário para sua privacidade claro!

Resumindo: sigas estas dicas importantes para tornar esse ambiente compacto, um lugar agradável:

  •         Organização e limpeza
  •         Mobília proporcional
  •         Iluminação bem distribuída
  •         Grandes espelhos e plantas
  •         Azulejos claros e largos
  •         Pia clara e pequena acompanhada de um armário

 

Ganhe mais bem-estar com a organização

 

O banheiro pode ser lindo, mas se apresentar coisas fora do

lugar ou acumuladas na bancada ou box, o espaço ganha um ar de desleixado.  

 

O princípio da organização é se livrar de excessos, guardar cada coisa em seu lugar e prezar pela harmonia na decoração. A manutenção disso é essencial e certamente contribui para gerar bem-estar.

 

Se reformar seu banheiro está nos planos, não esqueça:

 

  • As bancadas fechadas podem ajudar na hora de manter a organização, principalmente se você tem muitas coisas para armazenar. Agora se esse não for o problema, as bancadas abertas com prateleiras e ganchos podem agregar cestos e caixas que deixam o banheiro um charme. Geralmente os lavabos se adaptam melhor a essa opção.

 

  • Um projeto bem direcionado aproveitará os espaços disponíveis e irá otimizá-los garantindo a funcionalidade, beleza e bem-estar.

 

Toques especiais

 

Pequenos detalhes garantem o charme e conferem identidade aos ambientes de uma casa.

 

Pro banheiro vale o mesmo: um toque especial é optar por plantas na decoração interna, por exemplo.

 

Além de graça, charme e leveza elas trazem outros benefícios:

  •       São capazes de reduzir a humidade;
  •       Melhoram a qualidade do ar;
  •       Ajudam a eliminar bactérias.

 

Por tudo isso, o paisagismo em banheiro ganha a vez na decoração.    

 

De acordo com a rede social Pinterest, no ano de 2017, eles registraram um aumento de 302% na busca pelo tema na plataforma.

Porém fique atento, pois não são todas as espécies que aguentam alta umidade e luz indireta. As mais indicadas são: bambus, orquídeas, bromélias, planta-aranha, espada-de-são-jorge, entre outras.

quarto de casal

Dicas para um quarto de casal ideal!

Hora de sentar com seu amor e definir as prioridades para o planejamento do quarto! A parceria nesse momento é essencial. As necessidades são individuais, mas precisam se ajustar para agradar a ambos.  

 

Coloque em um papel o que cada um gostaria de ter  para depois ajustar as possibilidades e definir os espaços. A Edy planejados conta com profissionais de arquitetura e design e pode ajudar  vocês com o planejamento dos seus sonhos

 

Ponto de partida

 

Cama

 

O primeiro móvel a ser escolhido é a cama. Geralmente elas possuem um tamanho padrão mas podem ganhar dimensões maiores se você tiver um bom espaço. Ela é o ponto de partida para definir o planejamento de outros móveis.

No caso das camas box uma cabeceira planejada compõe a decoração do quarto e ficam surpreendentemente lindas .

Experimente a opção de colocar painéis na parede para criar uma composição sofisticada com a cabeceiras.

 

As camas também podem ser planejadas e ter gavetas em suas bases como mais uma opção para organizar itens.

Agora se você quer luxo e sofisticação aposte em camas suspensas com iluminação led, vai deixar o ambiente com um charme indiscutível .

 

Criados – mudos

 

Pensando na funcionalidade e comodidade , um criado mudo se torna essencial  para apoiar luminárias e objetos pessoais de uso frequente e inclusive apoiar notebooks.

Como eles vão compor com as cabeceiras eles devem ter tamanhos proporcionais à cama. Criados pequenos demais ou grande demais não ficam legais , por isso planejá-lo pode garantir as proporções corretas para um visual elegante.

 

Banco Baú

 

Esse item que é colocado aos pés da cama são  super úteis. Ele serve de apoio para diversas situações e ainda pode guardar mantas  para o inverno.

 

Espaço para TV

 

Se vocês não abrem mão da TV no quarto elas podem vir de diversas maneiras: Em um painel em frente a cama  ou embutidas no guarda -roupa.

Mas se o quarto for realmente grande  que tal criar uma salinha para a Tv em seu quarto?

 

Guarda – roupa.

 

Nem precisa dizer   que esse é mesmo o móvel que mais usamos no quarto e que  quando se tem que dividir, a preocupação com os espaços para os dois   é sempre uma questão. Por isso o planejamento é perfeito para criar um móvel que atenda a necessidade do casal .  

 

Iluminação imprescindível

 

È a iluminação perfeita que vai criar no ambiente um clima mais aconchegante. Pontos específicos são definidos  para ressaltar móveis e sua texturas. Além disso ela pode criar a iluminação certa para o cantinho de trabalho ou para hora de vestir e maquiar.

Conhece a rede social pinterest? acesse  e confira projetos de iluminação em quartos  e veja como um boa iluminação se torna imprescindível na decoração.

 

Cores para quartos de casal

 

Escolher a cor dos ambiente da casa não é apenas uma opção decorativa, elas influenciam diretamente nos estímulos que seu cérebro registra. Portanto as  cores corretas em um quarto pode contribuir para suas horas de relaxamento e descanso.

Os tons pastéis e brancos são os mais convidativos para criar um clima de tranquilidade. Mas não há nada que impeça que alguma parede tenha um tom mais forte para fazer contraste com a decoração.

Tente sempre optar por combinações para se criar efeitos mais sofisticados.

Ter um quarto todo branco pode criar um clima frio, então definir  que outras cores e elementos entrem na composição, será interessante para criar mais aconchego e deixá-lo mais elegante.

Na dúvida consulte sempre um profissional para definir as cores do seu quarto  e a que melhor irá combinar com a proposta de decoração e planejamento dos móveis.

cozinha americana pequena

Cozinha americana pequena: planeje os móveis para ganhar espaço

Cozinhas americanas pequenas e planejadas foram se tornando uma tendência nos projetos a medida em que os espaços das residências e apartamentos foram ficando menores.

 

Essa solução integra os ambientes deixando um conceito aberto, em que o espaço de preparo dos alimentos é visto ou se comunica com outro ambiente. Projetar os móveis é fundamental para um bom aproveitamento do espaço e para a criação de locais de armazenamento que ajudem na decoração.

 

Outro ponto importante do projeto de móveis planejados para cozinha americana pequena é que a organização e a atmosfera de aconchego devem atender aos dois ambientes. Por isso, acabamentos e texturas criam elementos de ligação importantes entre os cômodos.

 

Para pensar armários, prateleiras, nichos e outras soluções fabricadas a partir dos móveis planejados, o primeiro passo é considerar o uso do espaço.

 

Deve-se considerar:

 

#Dica1: a movimentação dos moradores, o quanto preparam as refeições em casa ou utilizam a sala ou varanda gourmet, por exemplo (dependendo do que for integrado à cozinha em questão).

 

#Dica2: a criação de espaços de armazenamento inteligentes e criativos.

 

Por exemplo:

  • armários para guardar utensílios embaixo da bancada,
  • nichos, prateleiras inteiras ou porta-objetos que sirvam para delimitar a divisão entre dois ambientes, e etc.

 

Os móveis planejados ajudam a estabelecer funções, organizar os cômodos e dar versatilidade a cada elemento. Tudo deve ser pensado de maneira integrada no projeto final.

 

Beleza e funcionalidade precisam andar juntas em um projeto de cozinha americana pequena.

 

#Dica3: um objeto, uma parede, a porta de um armário ou partes dele, podem ser um ponto-focal, e ganhar cor. para ter personalidade, esse elemento terá destaque dentro do projeto de móvel planejado para a cozinha pequena.

 

Esse ‘elemento de ligação’ deve estar equilibrada com a decoração e ter uma funcionalidade para os cômodos integrados por ele na cozinha americana pequena e planejada.

 

#Dica4: faça parecer maior! Você pode utilizar cores claras para aumentar a sensação de espaço.

 

A iluminação também dá o senso de profundidade, o que ajuda a criar perspectivas para o olhar.  

#Dica5: Utilize os acabamentos e suas diferentes texturas para trazer sofisticação e requinte à planta.

 

Acabamentos

 

Os revestimentos dos armários e o uso de vidros nas portas, assim como as prateleiras e a cor ideal são um capítulo à parte.

 

Laminados e acetinados como acabamento são opções muito versáteis. Os acabamentos em laca são atemporais e a textura e escolha da cor do piso também devem influenciar a escolha dos revestimentos dos armários da sua cozinha americana pequena planejada.

 

Os tons claros na parte superior do ambiente favorecem a iluminação e, mais uma vez, a sensação de profundidade e espaço maior.

 

Aproveite a parte superior!

 

Os armários suspensos dão praticidade, não devem atrapalhar a visão nunca e livram as bancadas. Ter espaço para cozinhar é vital para o que seu projeto seja satisfatório na prática, no dia a dia.

 

Quando a cozinha está aberta para a parte interna do seu apartamento, você deve escolher cores que também sejam usadas em no interior. Tons amadeirados ou qualquer outro tom na parte inferior pode ser utilizada, mas na parte de cima é sempre muito harmônico utilizar tons claros.

 

Use os armários até o forro, assim você consegue guardar louças, panelas, utensílios e até eletrodomésticos em um local útil dentro da cozinha americana pequena. Além de conversar com a abertura dela, a visão desse local de uma sala, por exemplo.

 

Não usar o espaço da bancada dá mais área de trabalho e praticidade para quem usa a cozinha.

 

Aplicar azulejos decorados ou revestimento novo para os armários é uma mudança que pode influenciar no estilo da sua cozinha. Ele tende a atender todas as necessidades e ainda agradar o olhar de quem utiliza.

 

A Edy Planejados, há 50 anos no mercado, tem como fornecedora a indústria de móveis Finger, que oferece produtos de alta qualidade e com garantia de 8 anos de fábrica.

organização do post

Como organizar um closet pequeno com móveis planejados?

O desafio de aproveitar os espaços de uma maneira inteligente e ainda ter o closet dos seus sonhos não é um problema dentro de um projeto de móveis planejados! Cada espaço é pensado de acordo com as medidas do seu cômodo e o custo X benefício, especialmente em lugares pequenos, é muito compensador.

 

Vale o investimento: um closet pequeno com móveis planejados organiza o lugar de cada coisa e faz caber tudo o que você precisa sem ‘entulhar’ os espaços.

 

Anote todas as suas necessidades! Você deve fazer isso depois de revisar todas as suas peças de roupa, verificando o que deve ficar e o que pode ser doado (em perfeito estado). Essa etapa é vital para quem vai fazer um closet pequeno planejado.

 

Verifique os sapatos e acessórios. Anote ainda se você vai precisa de espaço para toalhas, roupas de cama, cobertores, itens de esporte ou até maleiros, que ocupam mais espaço.

 

Pense agora na suas necessidades de gavetas e prateleiras. Nessa etapa, uma solução como um nicho ou aramados pode servir perfeitamente e o especialista em móveis planejados, arquiteto ou decorador pode orientar essa escolha. É importante ter uma ideia do que você precisa a partir das peças e da visão pessoal do cliente.

 

A melhor opção para ter todas as suas roupas organizadas e considerar também o uso no dia a dia e, claro, o número de pessoas que usa o closet pequeno em sua rotina. Não se esqueça de dizer se os hábitos serão mais diurnos, se alguém se ‘veste mais cedo’ para sair ou necessita de luz para fazer isso justamente à noite e etc. Tudo o que possa indicar como esse espaço será útil.

Espaços pequenos tendem a ser bem aproveitados e podem até influenciar positivamente os hábitos, fazendo você consumir menos!

 

Um bom projeto setoriza as roupas e peças segundo às medidas do seu ambiente e o uso dos lados do closet: à esquerda ou à direita.

 

Escolha seu estilo! Sim: a decoração pode e deve fazer parte do seu projeto, ainda que você opte por linhas simples e cores mais neutras, já que o closet costuma guardar infinitas cores e estampas. É importante separar as referências em imagens ou ideias que goste ou pensar na decoração do seu quarto, que deve estar alinhada à decoração no closet.

 

Use o design a favor. Utilize cantos e quinas priorizando a funcionalidade: assim você afasta a possibilidade de virarem ‘cantinhos de bagunça’ ou acumulação de objetos!

 

A Edy Planejados oferece móveis de qualidade e projetos sob medida há 50 anos. Em nossas lojas, os produtos e serviços seguem conceitos de excelência para atender às suas necessidades:

  • Projeto digital elaborado e realizado por profissionais altamente qualificados;
  • Equipe de atendimento comercial com grande experiência na orientação de materiais e acabamentos oferecendo a melhor relação custo benefício;
  • Projetistas especializados e treinados nos centros de qualificação técnica dos melhores fabricantes do país;
  • Equipe técnica de montadores especializados e certificados em acabamento e montagem de móveis planejados;
  • Sistema de Atendimento pós-venda eficiente;
  • Garantia de fábrica e serviço de assistência técnica com rapidez e qualidade.

Fale com a gente e faça o closet dos seus sonhos!

cozinha planejada simples

Resolvendo a cozinha planejada em um apartamento pequeno

É verdade: pode-se ter muito espaço em poucos metros. E não é mágica: uma cozinha pensada para ter tudo o que se necessita, precisa ser feita sob medida.

 

A utilização dos móveis e objetos já existentes deve integrar o projeto; e as pessoas devem circular pelo espaço com mobilidade. O grande trunfo é: uma cozinha pequena pode ficar acolhedora com móveis planejados.

 

Comece medindo a área que terá para o trabalho, o cômodo todo, incluindo a altura. Saiba também as medidas exatas dos eletrodomésticos que deverão ficar e procure um especialista, com bastante experiência em móveis planejados, que possa não só orientar, mas também trazer soluções criativas para o seu projeto.

 

Busque referências de estilo que você goste e que se adequem ao seu lar. Quando a cozinha planejada precisa estar integrada a um outro ambiente (sala de estar ou sala de jantar, varanda gourmet, etc), é importante que estes estilos combinem ou que se complementem. Mais uma vez: busque ajuda e ouça os especialistas.

 

Ao pensar o projeto, siga algumas dicas simples:

 

  1. Pensar a distribuição de acordo com o espaço livre para circular pelo ambiente e a abertura de portas e compartimentos de armazenamento.

 

  1. Utilize acessórios para aumentar as possibilidades de organização e aproveitamento dos espaços internos, mas projete os locais de pensando no fluxo de atividades dentro da sua cozinha planejada. Ter os objetos à mão e com locais determinados para organizá-los é prático e ajuda a construir o aconchego do ambiente.

 

  1. O suficiente. Tenha o que você precisa, na hora certa, com facilidade. Não inclua muitos elementos na sua decoração ou na sua cozinha planejada, dentro e fora de armários. Saiba projetar um lugar que contribua com a conscientização e organização de uma vida mais enxuta. Pense num ambiente que convide a reciclar, reutilizar, doar e compartilhar com simplicidade e muito requinte.  

 

Prateleiras

 

Vale muito a pena investir em prateleiras, que são perfeitas para uma cozinha planejada que necessite muita funcionalidade. Elas são (mesmo) um ponto-chave do projeto.  

 

Em locais menores, a localização e o desenho que os móveis produzem é ultra importante para construir aconchego. Por isso, as prateleiras poderão ter luzes embutidas. O projeto de iluminação do ambiente será crucial para fazer uma utilização inteligente do espaço. Dar a sensação de ‘lar’.

 

Você ainda pode utilizar ganchos e acessórios nas prateleiras, para que compram, muitas vezes, o papel de decorar e dar funcionalidade.

 

Cantos podem ser aproveitados com uma prateleira. Só vale a pena pensar nessa função quando ela contribuir para que o local tenha uma utilização efetiva. Tenha esse tipo de inspiração em mente.

 

As prateleiras podem e devem estar no seu projeto. Tenha o cuidado de imaginar o médio e longo prazos do layout produzido.

 

Considere ainda que os acabamentos, cores e texturas precisam estar integrados no resultado em sua cozinha planejada nova. Há 50 anos, a Edy Planejados trabalha com a mais alta qualidade em matérias-primas e 8 anos de garantia de fábrica garantidos em seus projetos.

Guarda roupa modulado é uma boa ideia?

Adaptar as medidas do seu cômodo aos módulos prontos de um guarda-roupa não garante que você fará o melhor uso possível do seu espaço.

 

Além disso, o custo X benefício de um projeto de guarda-roupa planejado podem ser muito competitivo para quem tem bons fornecedores e experiência em fazer móveis sob medida.

 

Os módulos podem dividir as áreas de organização, sem que precisem ser ajustados a partir de medidas já determinadas.

 

Saiba como imaginar o seu guarda-roupa

 

É muito mais fácil demandar um projeto de guarda-roupa quando você entende a importância de algumas medidas para a construção deste móvel planejado.

 

Podemos dizer que as medidas padrão, usadas por arquitetos e designers, são uma ‘mão na roda’ para quem está prestes a procurar a loja ideal para criar seu guarda-roupa modulado.

 

Pense nas medidas

 

Via de regra, o que sempre varia é a largura, já que ela deve atender a sua necessidade específica ou a disposição no espaço.

 

Mas para que as peças não amassem, esbarrem nas portas ou fiquem bagunçadas, use como parâmetro:

 

  • Profundidade do armário com portas: 63 centímetros.
  • Profundidade de armários abertos: 55 centímetros.
  • Vão do cabideiro: 60 centímetros de profundidade.
  • Altura depende do tipo de roupa a ser pendurada ou guardada, mas para camisas, ternos, paletós, blusas e jaquetas: varie entre 90 e 110 centímetros de altura.
  • Casacos e saias demandam uma variação maior: de 115 e 120 centímetros de altura.
  • Vestidos e casacos longos ocupam mais espaço: use de 140 a 160 centímetros de altura.
  • Calceiros: 70 centímetros de altura.
  • Prateleiras: 30  centímetros de altura no mínimo, profundidade de até 60 centímetros.
  • Gavetas (pequenas, que servem para lingeries, meias ou malhas em lã fina e etc): 45 centímetros de largura, entre 10 e 15 centímetros de altura e até 45 ou 50 centímetros de profundidade.
  • Gavetas de uso geral (um pouco mais altas): 20 centímetros de altura.
  • Gavetas grandes (pijamas, roupas de lã etc): entre 35 e 45 centímetros de altura.

 

Imagine os módulos de acordo com a altura

 

É claro que um único guarda-roupa não deve abrigar níveis tão diferentes de altura, por isso, a dica é pensar em divisões básicas: uma mais comprida (roupas longas) e outra mais larga (120 centímetros de altura) para as demais peças.

 

Sapateiras

 

As sapateiras são um capítulo à parte, já que dependem muito da necessidade do cliente. Podemos dizer que acomodar os sapatos de maneira organizada exige que algumas medidas sejam menores.

 

#Importante:

 

  • A distância entre uma prateleira de sapatos e outra pode variar de 15 a até 20 centímetros.

 

  • Se a sua sapateira será feita a partir de outra estrutura, como os nichos, pense num espaço com pelo menos 25 centímetros de largura.

 

Portas

Para escolher como elas serão, verifique o espaço de circulação em frente à elas. Esse é o primeiríssimo passo! Deixe, pelo menos, 1 metro de área livre para se movimentar com conforto.

 

  • Para portas de abrir: cada folha pode ter entre 40 e 60 centímetros, no máximo.

 

Sempre que possível, opte por portas sanfonadas ou de correr, que aproveitam melhor o espaço e dão um visual requintado ao projeto do guarda-roupa.

 

  • Para as portas de correr: inclua mais 7 centímetros na profundidade final do armário (espaço ocupado pelos trilhos e sistemas de fechamento).

 

A Edy Planejados está no mercado há 50 anos produzindo móveis sob medida para todas as suas necessidades, com o melhor material. Fale com a gente agora e crie seu guarda-roupa.

armário de solteiro

Como fazer um guarda-roupa planejado de solteiro?

Para contribuir com a sua decisão, decidimos explicar como você deve pensar o projeto simples de um guarda-roupa de solteiro. Vamos mostrar como planejar peças como o roupeiro, gavetas, sapateira e nichos.

 

Você, ao entender como você se constrói esta peça, vai ter uma ideia melhor sobre os processos envolvidos.

 

Esse conhecimento também te ajuda em um projeto completo de um quarto, contribuindo para decidir como priorizar suas necessidades na obra, por exemplo.

 

Primeiro: coloque as ideias no papel

 

Desenhe o que você imagina para o ambiente. Não subestime sua capacidade de enxergar como poderia ter suas demandas atendidas, mas também esteja aberto para ouvir recomendações de especialistas em móveis planejados. O importante é buscar empresas idôneas, com experiência e profissionais que possam pensar e executar os projetos.

 

Segundo: meça o local e tente pensar a iluminação

 

A partir da medida do ambiente, as paredes, alturas, tira-se a relação de corte, isto é, as orientações para cortar a matéria-prima que será usada para construir a estrutura e a distribuição dos elementos do seu guarda-roupa de solteiro.

 

Verifique se o ambiente tem alguma entrada de luz natural. Se sim, pode ser necessário proteger roupas e peças da ação do sol.

 

Quando não há entrada de luz natural, vale a pena verificar com o especialista em móveis planejados as possibilidades de iluminação disponíveis no mercado.

 

Veja referências de projetos de guarda-roupa planejado com acendimento de luz sensível ao toque, fitas de led, acendimento acionado pela abertura das portas, luzes embutidas, iluminação direta ou indireta e etc. A hora de conhecer possibilidades é agora!  

 

Terceiro: defina o número de divisões

 

Tudo visto? Agora vamos falar do uso. A partir dele, ou seja, de quantas roupas e até pessoas devem dividir o guarda-roupa de solteiro, você pensa a quantidade de divisões que a peça deve ter.

 

Em primeiro lugar, determine coisas muito simples, como por exemplo: você tem malas? Precisa guardá-las no guarda-roupa? Quais as medidas destas malas?

Roupas de cama ou toalhas deverão ter espaço no seu guarda-roupa?

Sapateiras?

 

Anote tudo isso, sem a pretensão de determinar as medidas de tudo nesse momento. Guarde os dados e siga planejando seu projeto de guarda-roupa de solteiro.

 

Quarto: agora pense nas ferragens e estrutura interna

 

Pense nas medidas-base das portas, fundo do roupeiro, laterais e etc. Peça ao especialista em móveis planejados para ajudá-lo a conhecer e selecionar materiais que poderão compor a estrutura: como aramados, estruturas metálicas e etc.

 

Sinalize sobre peças que possam atender suas necessidades mais específicas (lugares para casacos compridos, para dar um exemplo).

 

A adequação de cada coisa ao projeto do seu guarda-roupa de solteiro também será orientada pelo profissional que você selecionou. É importante entender que isso influencia o processo de montagem, por isso a visão técnica é fundamental.  

 

Bons insights? Pois é. O trabalho deve ser feito por quem entende e garante o resultado final.

 

Você poderá reunir essas informações ou compartilhar essas decisões já pensadas com o especialista em móveis planejados. De uma maneira geral, ele está ali para reunir dados e transformá-los em projeto, resolvendo o dia a dia. A Edy Planejados coloca seus 50 anos de mercado à disposição do seu projeto, fale agora conosco.  

sala de jantar planejada

Mesas para sala de jantar planejada

A sala de jantar é o local onde recebemos os amigos, a família e que ainda é um lugar ideal para compartilhar ótimas refeições e promover celebrações.

 

Primeiro, entenda o estilo e a decoração do ambiente da sala de jantar como um todo. Cores claras, lustres, espelhos e acessórios que compõem o visual devem ‘conversar’ com a mesa da sala de jantar. O projeto de iluminação pode ajudar a guiar sua escolha.

 

A grande estrela, claro, é a mesa. Para escolher a mesa ideal para sua sala de jantar organizada com móveis planejados, alguns conceitos podem ajudar.

 

  • Além de pensar em quantas pessoas você poderá receber para fazer refeições em casa, é preciso considerar a área de circulação no entorno da mesa.

 

  • Busque, antes de tudo, proporção nas medidas.

 

  • Mesas circulares tendem a ocupar menos espaços.

 

  • Mesas retangulares servem muito bem e ainda podem estar encostadas em uma parede, compondo o ambiente.

 

  • Mesas quadradas trazem bastante personalidade e já acomodam as pessoas possibilitando deixar uma área de circulação um pouco maior do que a das mesas retangulares, por exemplo, mas requerem atenção às medidas dos objetos mais próximos.

 

  • Quando o espaço está ‘difícil de arrumar’, o estar, que geralmente fica próximo, também pode ser repensado. As mesas de jantar reposicionadas podem mudar completamente a funcionalidade do ambiente. Vale a pena estudar essa decisão sempre que sentir necessidade.

 

  • O padrão madeira é sempre bem vindo para a mesa da sala de jantar, mas outros materiais como a laca podem ser muito versáteis.

 

  • Tome o cuidado, ao optar por uma mesa de vidro, para que o uso seja seguro. Mesas de jantar com matéria-prima boa e de vidro não quebram com facilidade, mas deve-se buscar bons fornecedores e pedir orientação quanto à espessura, caso vá fabricá-la.

 

  • Integre à mesa da sala de jantar aos armários planejados ou objetos afetivos da do ambiente: cristaleiras, prateleiras, aparadores ou até o ‘passa prato’, comum em cozinhas americanas.

 

  • Para promover uma sensação de conforto, invista nas cadeiras e um projeto de iluminação cuidadoso. Ter pontos de luz amarelada ajudam a tornar o lugar das refeições aconchegante. Convidam à conversa depois do jantar e são bem-vindos.

 

  • Lembre-se de que a mesa da sala é o objeto de maior destaque na sala de jantar, então mantenha a proximidade dela com o local de preparo das comidas.

 

  • Quando a mesa da sala de jantar cumprir a função de delimitar as áreas dentro de um ambiente, em lofts, estúdios, quitinetes ou apartamentos pequenos, muito atenção às superfícies de apoio. Geralmente, tamanhos menores, requerem um outro móvel para armazenar ou dar apoio aos objetos.

 

  • Sua mesa da sala de jantar pode ser feita sob medida e estar integrada à outro móvel. Essa solução também é uma maneira inteligente de aproveitar os espaços, fazendo a mesa abrir ou fechar, aumentando o tamanho ou saindo de um compartimento embutido na parede, por exemplo.

 

Para planejar a mesa da sala de jantar você deve contar com arquitetos e designers que possam criá-la a partir das medidas do seu cômodo e com uma decoração alinhada à da sua sala de jantar.

 

A Edy Planejados está há 50 anos no mercado construindo ambientes sob medida. Colocamos toda nossa experiência ao seu dispor.

Móveis de madeira planejados

Móveis de madeira planejados dão sofisticação e requinte à decoração

O uso da madeira nos remete diretamente à conforto, acolhimento e aconchego. É automático.

 

Móveis de madeira também podem dar sofisticação à decoração, já que esse é um material resistente, duradouro e principalmente atemporal.

 

Pode-se usar móveis de:

 

  • Madeira de demolição: são utilizadas madeiras mais rústicas, um exemplo são as madeiras encontradas nos dormentes, que servem como matéria-prima para criar móveis sob medida para seu cômodo. A aparência, detalhes e até as cores não obedecem a um padrão e muitas vezes não podem ser repetidas, o que dá um visual único às peças feitas com ela.

 

  • Madeira natural: é também chamada de madeira maciça e geralmente são utilizadas espécies como o pinus, que proporcionam durabilidade, muita versatilidade e a produção em escala. Os móveis planejados com a madeira natural são comuns por terem preços acessíveis e serem ótimas opções para a venda.  

 

  • Madeira pintada: optar por móveis planejados pintados pode ser a ideia mais eficaz para renovar a decoração de um ambiente. Pense na madeira pintada para reformar ou reoxigenar a decoração de uma casa. Invista em um ponto-focal de cor ou faça de um bloco (conjunto de armários ou nichos, para citar uma possibilidade) um “oásis colorido” em meio a uma decoração com tons neutros. Isso funciona muito bem em ambientes integrados, como sala e cozinha, por exemplo.

 

  • Madeira com acabamento em Laca: usar a laca deixa os móveis com durabilidade e um acabamento de cor viva por muitos anos. É um tipo de tratamento que só valoriza as peças. Pode ter a textura mais acetinada, fosca ou brilhante, dependendo da função ou do estilo, enfim, do projeto. Também é muito importante integrar a laca ao estilo de decoração escolhidos. Ela também é classicamente conhecida por trazer alegria, ajudar a iluminar e renovar uma decoração mais vintage ou retrô, por exemplo.

 

  • Madeira como revestimento: você pode utilizar chapas mais finas de madeira para revestir um móvel. Isso também confere sofisticação e também ajuda a dar durabilidade ao móvel. A atmosfera de requinte do acabamento em madeira também podem estar integrada a um projeto de iluminação, que traga aconchego e acolhimento. É um tipo de acabamento que remete ao conforto.

 

Lembre-se que os móveis de madeira precisam dar um aproveitamento inteligente do espaço, por isso, vale a pena:

 

Investir em prateleiras para dar necessite muita funcionalidade. Podem até ser um ponto-chave do projeto, dependendo do local (quarto, sala, cozinha) para o qual você está projetando.  

 

O desenho que os móveis produzem é ultra importante para construir aconchego. O projeto de iluminação pode estar embutido e será crucial para dar a sensação de ‘lar’.

 

Você ainda pode utilizar ganchos e acessórios que cumpram o papel de decorar, mas acima de tudo, facilitar a utilização do ambiente ou dos utensílios contidos nele.

 

Cantos devem e podem ser aproveitados. Especialmente se isso promover uma utilização efetiva do lugar. Tenha isso em mente!

 

As prateleiras e nichos devem estar em alturas ergonomicamente estudadas, para que ninguém bata a cabeça numa peça e facilitem sobra de área de trabalho e organizem o layout.

 

Considere acabamentos, cores e texturas como elementos vitais na decoração e relação satisfatória de custo X benefício do projeto.

 

Há 50 anos, a Edy Planejados trabalha com a mais alta qualidade em matérias-primas e 8 anos de garantia de fábrica garantidos em seus projetos.

 

7 ideias incríveis de prateleiras, nichos e armários aéreos para decorar sua casa!

A gente sabe que prateleiras, nichos e armários aéreos são opções acessíveis para revitalizar completamente um projeto ou customizar completamente os espaços. O design e a infinidade de acabamentos possíveis dão à eles a possibilidade de se integrar a qualquer estilo de decoração.

 

Em lugares pequenos, o segredo é verticalizar! Casas, apartamentos, home-offices, lofts, estúdios e quitinetes ganham outro valor com projetos de móveis independentes, que se integram perfeitamente no ambiente, de maneira prática, harmoniosa e bonita.

 

O custo X benefício de planejar seu projeto de decoração incluindo todos os móveis é sempre muito competitivo, já que dá a possibilidade de utilizar matérias-primas de qualidade, além de acabamentos, revestimentos e até iluminação embutida.

 

Utilizar forma e função é a palavra de ordem para quem vai pensar em decorar qualquer ambiente com prateleiras, nichos e armários aéreos.

 

Primeiro, decida pela utilidade:

 

  • Prateleiras: guardam objetos à mostra, que precisem estar expostos em destaque ou que sejam muito utilizados no dia a dia.

 

  • Nichos: são ideais para objetos afetivos. Organizam um espaço especial para destacar o que ponto focal na decoração, podem abrigar um ponto de luz, quadros ou ter uma utilidade prática, escondendo objetos muito usados em cestas e materiais naturais.

 

  • Armários aéreos: liberam o espaço para o trabalho, armazenam objetos que não devem ser mostrados ou tem uma utilização muito prática, como materiais de escritório, louças e etc. As portas protegem o que está dentro e não deixam o visual do ambiente com o visual poluído.

 

Decidiu onde deve usar armário, nicho ou prateleira? Agora pense na cor!

 

Essas peças integram-se perfeitamente ao projeto de pintura e iluminação.

 

Criar grafismos é um jeito incrível de renovar a decoração do ambiente, mas para isso, você deve alinhar as alturas de cada elemento, combinando revestimentos e a tinta escolhida. Os armários aéreos, nichos ou prateleiras precisam ter medidas proporcionais e ergonômicas, garantindo que ninguém esbarre, bata ou tenha a visão do todo prejudicada.

 

Usar um armário como o elemento mais colorido, prateleiras coloridas em uma parede de tom neutro, um conjunto de nichos de qualquer cor: tudo compõe desenhos e integra o cômodo. Ainda são peças versáteis o suficiente para ‘apoiar’ a decoração em qualquer estilo, basta investir no design certo, tanto das peças quanto da disposição delas no ambiente.

 

Veja 7 ideias maravilhosas de prateleiras, nichos e armários aéreos para seu projeto:

 

nichos e armários aéreos

 

nichos e armários aéreos

 

exemplo 3 para nichos e armários aéreos

 

exemplo 4 nichos e armários aéreos

 

exemplo 5

 

exemplo 6 nichos e armários aéreos

 

exemplo 7 nichos e armários aéreos

 

A Edy Planejados oferece móveis de qualidade e projetos sob medida há 50 anos. Em nossas lojas, os produtos e serviços seguem conceitos de excelência para atender às suas necessidades:

  • Projeto digital elaborado e realizado por profissionais altamente qualificados;
  • Equipe de atendimento comercial com grande experiência na orientação de materiais e acabamentos oferecendo a melhor relação custo benefício;
  • Projetistas especializados e treinados nos centros de qualificação técnica dos melhores fabricantes do país;
  • Equipe técnica de montadores especializados e certificados em acabamento e montagem de móveis planejados;
  • Sistema de Atendimento Pós-Venda Eficiente;
  • Garantia de fábrica e serviço de assistência técnica com rapidez e qualidade.